Geofisiologia e luta socialista

matthewhaiti

foto: redes sociais, furacão Matthew, Haiti, 2016.

Em apenas alguns dias dois poderosos furacões, de categoria 5, transformaram milhares de pobres do Haiti e Filipinas em miseráveis, em miseráveis absolutos, dependentes de doação e não da sua força de trabalho. O primeiro, Matthew, matou no Haiti algo entre 546 e 1332 pessoas, a maioria pobre; provocando mortes, inclusive, nos Estados Unidos. Deixou milhares de desabrigados com danos estimados em cerca de 7 bilhões de dólares.

haima

foto: redes sociais, furacão Haima, chamado de Lawin, nas Filipinas, deixou um rastro de destruição ainda desconhecido neste momento, 2016.

O segundo, Haima, atingiu o norte das Filipinas com grande fúria. A imprensa divulgou, até o momento, a morte de 12 pessoas, mas o número será, certamente, maior com o passar dos dias. Algumas fotos e vídeos nas redes sociais mostram que várias áreas foram fortemente afetadas. Trabalhadores, camponeses pobres e vários grupos dos povos originários foram afetados, em um processo que transforma uma população já pobre em miseráveis desamparados. Os estragos na agricultura, moradias e na infra-estrutura pública foram extensos.

Já vivemos uma crise e tragédia climática de gigantescas proporções. O grande problema é ainda a falta de compreensão, principalmente, por parte dos militantes socialistas desse problema central da atualidade.

Isso obriga a incorporação dos avanços científicos na luta socialista, particularmente, da Geofisiologia, ramo da ciência desenvolvida na segunda metade do século XX.

O que é a Geofisilogia?

Se uma criança perguntar o que é matemática, química, biologia, certamente, daremos uma resposta simples a essas perguntas. Mas, se um adolescente fizer as mesmas perguntas, a resposta já deverá ser mais elaborada e, muito provavelmente, teremos alguma dificuldade em dar uma resposta apropriada, mesmo tratando-se de assuntos que deveriam ser bastante óbvios. Porisso, explicar o que é geofisiologia, está longe de ser uma tarefa fácil, principalmente, porque não estamos familiarizados com essa ciência.

dsc_2865

foto: Tomi Mori

A curta explicação dada neste artigo será baseada nas definições de Tim Lenton, autor do livro Earth System Science(Ciência do Sistema Terrestre). Não existe nenhuma definição oficial do que seja geofisiologia. Mas, neste artigo, a definição de geofisiologia é a mesma que Lenton utiliza para Ciência do Sistema Terrestre.

Segundo Lenton, “Quando a humanidade olhou para a Terra pela primeira vez, do espaço, a óbvia unidade do planeta que nos sustenta – e todas as formas de vida que conhecemos – entrou na consciência popular. A Ciência do Sistema Terrestre é uma área de estudo nascida dessa revelação e procura compreender como nosso planeta funciona sendo o sistema um todo. A área de interesse da Ciência do Sistema Terrestre é amplo. Ela atravessa 4.5 bilhões de anos da história da Terra, como o sistema funciona hoje, projeções de seu estado futuro, e seu destino final. Ela considera como o mundo, no qual os humanos puderam evoluir, foi criado, como a espécie que somos agora está transformando esse mundo e como um futuro para a humanidade com o Sistema Terrestre deve parecer. A Ciência do Sistema Terrestre é, portanto, um profundo campo interdisciplinar que sintetiza elementos da geologia, biologia, química, e matemática. É uma jovem e integrativa ciência que é parte da ampla tendência intelectual do século XXI que procura entender sistema complexos e prever seu comportamento.”.

Baseado nesta definição, a geofisiologia procura entender processos como o que estamos vivendo das mudanças climáticas e como esses processos afetam o sistema terrestre e parte de seus moradores, os seres humanos.

shira-392

foto: Tomi Mori

Geofisiologia e luta socialista

Os socialistas devemos estar na vanguarda da compreensão e divugação dessa área da ciência que é, essencialmente, materialista. Que explica, de forma científica, a evolução do planeta não do ponto de vista dos deuses ou divindades mas, sim, de seus processos materiais.

dsc_2705

foto:Tomi Mori

Neste momento, a geofisiologia é uma poderosa ferramenta para entender o funcionamento do planeta e como as mudanças climáticas afetam a vida dos seres vivos, entre os quais os seres humanos. Os socialistas não podemos abrir mão deste instrumental científico para a luta de transformação social.

A derrota do capitalismo e a construção de um futuro socialista só pode se concretizar se, antes de tudo, respeitarmos o sistema terrestre do qual toda a vida existente é dependente. Nesse sentido, a fusão entre o marxismo, no qual baseia-se a luta socialista, e a geofisiologia é uma necessidade determinada pelo atual desenvolvimento social, que criou esse novo ramo da ciência

Por Tomi Mori

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s